Empresas das áreas da segurança e agricultura apostam em mercados dos PALOP

A sociedade portuguesa de advocacia, MC&A, especializada na assessoria de negócios internacionais, vai apoiar a entrada das empresas sul-africanas SecureWais e Farmsecure nos mercados angolano e moçambicano, respectivamente. Com especial vocação para o acompanhamento de investimentos estrangeiros nos mercados lusófonos, a MC&A foi contratada para apoiar juridicamente a instalação destas empresas da área da segurança e agricultura, nestes dois países lusófonos, como forma de expandirem os seus negócios e a sua área de actuação.

A SecureWais, empresa especialista em serviços integrados de segurança, conta com mais de 20 anos de experiência no mercado sul-africano. Liderada por Allan Waisman, esta empresa pioneira no desenvolvimento e implementação de sistemas CCTV, sistemas de alarme, controlo biométrico e controlo remoto de entradas e saídas de edifícios no mercado sul-africano, está presente em 18 países e conta com uma facturação na ordem dos 12 biliões de libras. 

Vítor Marques da Cruz, sócio-fundador da MC&A, considera que a entrada da Securewais em Angola «reflecte todo o potencial que este mercado oferece para as grandes empresas internacionais, que, cada vez mais, olham para este “tigre africano” como um mercado muito aliciante para a expansão económica da sua atividade».

Por outro lado, o líder da MC&A refere a importância de Moçambique para a Farmsecure na realização das suas operações ligadas à área agrícola, em vários locais do continente africano. «Graças à sua centralidade, Moçambique terá um papel fundamental, uma vez que através do chamado “corredor central” da Beira, esta empresa canalizará todos os seus produtos e atividades para os países vizinhos tais como o Zimbabué, a Zâmbia e o Malawi». Assim, «esta aposta em Moçambique, por parte da Farmsecure, revela que este país lusófono será um player muito forte nesta região africana», sustenta Vítor Marques da Cruz.

Presente em cerca de nove províncias sul-africanas, a Farmsecure encontra-se em funcionamento desde 2004 e conta actualmente com cerca 4300 colaboradores. A sua atividade principal consiste em apoiar operações agrícolas de forma sustentável e rentável, através do desenvolvimento e implementação de técnicas inovadoras, apoio financeiro a projetos agrários, do desenvolvimento científico de fertilizantes e prestação de serviços de formação a agricultores individuais ou cooperativas agrícolas.

Sobre a MC&A

A MC&A é uma sociedade de advogados portuguesa especializada em Direito Bancário, Mercado de Capitais e em Direito da Energia, essencialmente vocacionada para o acompanhamento de negócios internacionais e em especial nos países de língua oficial portuguesa (PALOP). A par da sua ligação à SNR Denton, uma rede internacional de escritórios de advogados, a sociedade desenvolve complementarmente várias parcerias em nome individual com escritórios em Madrid, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau e S. Tomé e Príncipe.